Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

tristecer

afago saudade entre as mãos
e desnudo-a em sensível
e quente espessura

pressinto seu ‘hálito’
em exalação de mornos silêncios
e num ressalto espanto,
essa saudade dói
dentro do peito

à superfície da luz
o reflexo destes
olhos d’água,
como chuva gris

deito-me à relva
contemplo a rotação da lua,
cerimoniosa e
entrelaçada de miçangas:linda

tenho a alma:
em laço, em nó...
em halo e a dor
penetrada de musgo
a me percorrer os veios

alma em profuso choro
de neve pura e ‘Tu’ por aí,
enquanto desenho um céu
sangrado de silêncios e
uma lua tatuada
com pedaços de mim...
marcia eduarda
Enviado por marcia eduarda em 15/06/2006
Reeditado em 23/08/2006
Código do texto: T175870

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (márcia eduarda®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marcia eduarda
São Paulo - São Paulo - Brasil
534 textos (16560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:14)
marcia eduarda