Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tristeza...

Tristeza, é sentir o corpo inerte...
Dentro do peito, o coração vazio...
Seria a tristeza um ensaio de morte?
Campo sem flores?... terreno baldio?
 
Hoje, ela é minha companheira...
Choramos todo o amargo juntas.
Sangrando na incompreensão...
No inesperado... da força bruta...
 
Mal dos tempos, de mim, da vida...
Do sonho quase infantil, da crença...
Mania de querer o perfeito... o belo...
E se embrenhar na mata da indiferença
 
Tristeza que molha o olhar antes vivo...
Que faz lavar o meigo e sentido coração,
Que traz o silêncio... onde havia canto...
Buscando o esquecimento e o perdão...
 
Tristeza, vale de sombras e fantasmas...
Rumo perdido... porta trancada...
Vontade de desistir de tudo, do mundo!
Correr sem saber para onde, em disparada!
 
Tristeza, é como o encontro das águas
Do mar...  e as águas dos rios...
Céu de densas nuvens... sem gaivotas...
Torrente impaciente... buscando desvios...
 
Tristeza é buscar razão, explicação...
É perder o ânimo... a coragem!...
Se esconder num canto, onde ninguém
Fale. É pintar de cinza, toda a paisagem!
Mary Trujillo
14.06.2006
 
Respeite os direitos autorais
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 16/06/2006
Código do texto: T176665

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25776 leituras)
41 áudios (1840 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:47)
Mary Trujillo