Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANSIEDADE


O mundo dorme e eu aqui, em frente a tela fria
do meu computador, penso na vida e n'algum
sentido que ela possa ter...
Ela as vezes sorri pra mim, abre seus braços e me afaga.
Noutras, dá as costas e me deixa às minguas
esperando um brilho, um causo qualquer para legitimar minha existência.
Mas ela insiste em fugir e me deixar num aglomerado de sonhos, porém, num misto de tristeza, de ansiedade, de fantasia real...

Abro o dicionário e pretendo descobrir a palavra que me faz assim...
Estou triste, cabisbaixa, pensativa, absorta...
Estou a dedilhar versos e a compor rimas de protesto.
Vez ou outra um manifesto de alegria ou de insatisfação pessoal, mas sei que estou viva.
Meu dicionário, livro cansado de tanto ser desfolhado, fica inerte, enquanto eu, desvairadamente, debulho suas páginas e entro por seus labirintos, em que pretendo encontrar a luz do verdadeiro significado.
Assim, enlouquecidamente, braviamente e loquazmente me declino sobre eu mesma e sinto o meu cheiro, percebo onde quero chegar, o que desejo desvendar... É, não posso ...não posso parar.
E aí está o que eu queria encontrar. Aí esta a palavra que traduz o meu momento:

Não é ternura, meiguice, candura
Não é clausura, abertura ou cultura
Não sei o tamanho da procura
Se engordura, se fratura ou tritura
É algo que dói feito uma fissura
Que me causa dor e desventura
Meu amor me acusa e me tortura
Me lança calúnia, injúria e me jura
Fazendo-me enxergar minha sepultura.
Fico quieta, lânguida e pequena como miniatura
Me causa medo e momentos de loucura
Diante da grandeza do desprezo que se afigura
Em que o meu valor maior extinguiu-se dando lugar
a AMARGURA.

O MEU AMOR SE TRANSFORMOU EM DOR
E MINHA DOR SE TRANSFORMOU EM CÉU
A MINHA VIDA SE TRANSFORMOU EM LUZ
E MEU SABOR SE TRANSFORMOU EM FEL

...PORQUE TUDO AQUI, HOJE E AGORA, É AMARGO...
NOS PERDEMOS OUTRA VEZ 












Direitos autorais reservados, Art. 184, par. 1º do CP - Caput com redação determinada pela Lei 10695 de 01/07/2003 


ME FAÇA UMA VISITA
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=1315
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=12541467

MEG KLOPPER
Enviado por MEG KLOPPER em 19/06/2006
Reeditado em 20/06/2006
Código do texto: T178200

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Enviando um e. mail solicitando autorização.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
MEG KLOPPER
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
311 textos (917146 leituras)
38 áudios (68634 audições)
3 e-livros (3129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:35)
MEG KLOPPER

Site do Escritor