Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vazio.

Vazio
Por Iolanda Brazão

Na solidão de meus dias vazios
Busco uma constância infinda
Tão inconstante como minha própria vida
Cheia de declives,  frustrações
Encontros e desencontros
Mas que é vida
E nesta inconstância sigo espaço a fora
Buscando uma força mágica
Que transforme tudo isso
Em constância plena
Que me liberte desta solidão
Que me deixa tonta, atônita
Frustrada e inibida.
Por tudo isso minha fantasia cresce
Junto com minha imaginação
Daí eu fantasiar tudo
Até minha própria vida.
Assim, só assim!
Consigo despistar a solidão
 E esta angústia
De ser só e nada ser
De querer viver
Sorrir e amar
Iolanda Brazão
Enviado por Iolanda Brazão em 21/06/2006
Código do texto: T179720

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iolanda Brazão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
343 textos (32021 leituras)
3 áudios (627 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:25)
Iolanda Brazão