Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOIS LAGOS DE LÁGRIMAS

Sem convites a solidão chega de mala e cuia
Pega o coração desprevenido
Muitas vezes ainda ferido
Fazendo dos nossos olhos dois lagos de lágrimas

Nestes dois lagos mergulharam a tristeza
A dor e a mágoa
Tudo dentro deles não tem vida
Sagram como duas feriadas

As flores não tem perfumes e nem cores
A solidão torna-se sólida feito uma espada cravada na alma
Tudo vira deserto a nossa volta
Tudo vira noite sem dia

Dois lagos perdidos por causa de uma perda
A solidão pinta nossa fotografia a cor que quer
Precisamos secar estes lagos para enxergar o fundo
E ver que não é o fim porque ninguém chega no fim do mundo

Autor BRIONE CAPRI direitos autorais reservados a o autor

BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 21/06/2006
Reeditado em 22/06/2006
Código do texto: T179937
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66602 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:17)
BRIONE CAPRI