Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canção de ninar

Alguém que eu já tive e que não tenho mais
Alguém assim tão superior
Em palavras ou atos
Alguém assim tão desprezado
Alguém assim tão volúvel

É a parte de mim que já se foi
É o meu caminho embarrado com lama seca
São as minhas bebidas esquecidas
E minhas noites frias de verão esperando alguém que sequer existia

Eram minhas saídas de fim de carreira
Eram minhas lagrimas dosadas na dose certa de sal e açúcar
É toda essa sua falsidade e toda essa sua volúpia
É todo esse seu pedido de castidade
É todo esse seu medo de viver
E que talvez a Historia tenha te enganado
E que talvez o mundo não seja assim tão podre
E que talvez os pecadores ainda sejam salvos
Mesmo que numa única folha de chá
Tua sentença esteja escrita
E a minha memória apagada.
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 29/06/2006
Código do texto: T184415
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1173 textos (70528 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:08)
Rônaldy Lemos