Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUPER BURACO NEGRO EXISTENCIAL

A ti, a mais sublime entre as sublimes
SUPER BURACO NEGRO EXISTENCIAL
(aos Muse pela inspiração da sua soberba música única)


Julgas-me o que julgas
E não sei se tal é fundamental
Sou apenas um
 
Super buraco negro existencial

A paciência
Foi um jogo
Que joguei sempre ao acaso
Amo-te
E esse é o meu grande caso

Que me vai levar
Ao tribunal celestial
Apenas porque errei
E sou o habitante do

Super buraco negro existencial

Naves e mundos crio
Estou sempre a criar
Tu fazes parte do sensível
Para o qual me deixei arrastar


Vejo vida
Em todo o lado
Mesmo até em Marte
Mas sou incapaz de lidar com ela
Sem que faça estragos
Sem que alguém me leve a mal
Bem vindos ao meu reino:

Super buraco negro existencial

Amo como nunca ninguém amou
Com demasiado ardor
Descobrindo demasiado tarde
Na rima repetida
Que isso era amor
A luz procuro
Procuro-te a ti
Mas só as trevas
São capazes de aliviar
Não aliviando
Esse momento da paixão
Que é crucial
Às trevas vou voltar
Deixando-me envolver pela minha casa
O

Super buraco negro existencial

Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 07/07/2006
Código do texto: T189127

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170321 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:37)
Miguel Patrício Gomes