Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DIA DO NOSSO ENCONTRO

Até nos encontrarmos outra vez...
Certamente terei morrido de angústia,
Solidão e tristeza.
- Solidão?
- É. Solidão das madrugadas frias.
- Por que?
- Por causa das madrugadas intermináveis
e solitárias
- Pense que é por uma boa causa.

- Tristeza quando sinto vontade de dormir
E não posso porque o dia nasce
E preciso mais uma vez trabalhar.
- Pense que tudo terá um final feliz.

- Eu nem sei para que ou por quem.
Você acha que eu trabalho feliz,
nessas madrugadas?
Trabalho revoltada,
de tanto correr e não ter nada,
E nem ninguém comigo para me abraçar.

- E eu?
- É, tem você.
- Agora pensa um pouco em mim.
E eu? O ser humano normal?
- É sim.
- Não sei.
- Eu só gostaria que você,
a cada dia de trabalho árduo,
pensasse num amanhar melhor.
- Tô buscando esse amanhã,
Desde que nasci,
Um dia após outro.

Soliana Meneses
Enviado por Soliana Meneses em 10/07/2006
Código do texto: T191531

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soliana Meneses
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
142 textos (9667 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:28)
Soliana Meneses