Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MORTA... VIVA

Depois de um grave acidente
Escutem bem oh minha gente
Eu à morgue fui parar,
Meteram-me numa gaveta
Pregaram-me uma etiqueta
E deixa-te agora aí estar.

A seguir veio o cangalheiro
Que me mediu primeiro
Para trazer o caixão,
Eu sem poder falar
Sentia-me toda a gelar
No meio daquela confusão.

Quando me consegui mexer
Nada mais havia a fazer
Já estava debaixo do chão,
Tive mesmo que morrer
Mas ainda comecei a bater
Nas paredes do caixão.

Ali já ninguém ouvia
A forma como eu gemia
Ao me sentir apertada,
Começou-me a faltar o ar
Tive mesmo que parar
E assim morri sufocada.


Maria Custódia Pereira
08-01-2004
Biazocas
Enviado por Biazocas em 11/07/2006
Reeditado em 25/01/2012
Código do texto: T191812
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 65 anos
423 textos (15828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:28)
Biazocas