Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Pura Ilusão


Acreditei que era possível

Agarrar o vento,

Coloca-lo em lugar resguardado

E só deixa-lo soltar

Quando fosse desejado.


Acreditei que era possível

Controlar as fases da Lua

E no mar os seus reflexos,


Acreditei que era possível,

Acabar com a fome,

Com a doença e a dor,

Com ganância e o horror

Dos genocídios!


Acreditei que era possível,

Com um estalar dos dedos,

Acabar com todos os degredos

E opressões, ditaduras

E contra-revoluções!


Acreditei que era possível

Adiar a morte e prolongar a vida,

E por a Ciência ao Serviço do Homem!


Acreditei que era possível,

Salpicar de poetas

O nosso mundo,

Como poeiras polinizantes

Em actos primaveris…



Acreditei!

Acreditei que era possível

Transformar, criar,

Resguardar e preservar

O azul do céu e do mar!



Em contra partida,

Só vi, destruição, repressão,

Contaminação e traição.

Todas as minhas crenças

Não passaram de pura ilusão!

Aguarela Matizada
Enviado por Aguarela Matizada em 19/07/2006
Reeditado em 05/06/2010
Código do texto: T197084

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aguarela Matizada
Brisbane - Queensland - Austrália, 57 anos
266 textos (10830 leituras)
8 áudios (206 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:33)
Aguarela Matizada