Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Remexendo o passado

Hoje remexi o passado
Quanto mais mexia, mais prurido me dava
Quanto mais me feria, com mais prazer coçava
Quanto mais me ria, mais eu delirava
Até que encontrei o que procurava
A minha dor, a minha escravidão
Ela sempre me apoia na vida
De dia me faz companhia
De noite me estende a mão
Assim como a tristeza,
Assim como a solidão,
Juntos na mesma cama
Fazemos troça do coração
Ah, que prazer me dá
De novo a ferida aberta
A lágrima que de novo espreita
Que me lava a alma em desfeita
E me deleita, sim me deita
Junto com meus amores
Partilhando nossas dores
Nos fazendo felizes
De novo, como dantes, como sempre
Afinal somos aprendizes
E assim seremos eternamente, desta dor
Até que o amor se arrependa e nos pare
Até que lentamente o tempo, ou a morte nos separe!
TrabisDeMentia
Enviado por TrabisDeMentia em 25/07/2006
Código do texto: T201759
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
TrabisDeMentia
Portugal, 39 anos
54 textos (2526 leituras)
3 áudios (469 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:54)
TrabisDeMentia