Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lágrimas

Se me vires chorar
Se lágrimas riscarem minha face, nada pergunte
Não terei forças para responder
Aperta-me em teus braços
Acolhe-me em teu peito, e deixei-me chorar
Quando lágrimas caem retiram da alma a dor
Refazem o espírito
Acalmam o coração
São lágrimas de ressurreição
Que vertem sem pudor
Alheias aos olhos de quem me vê chorar
Se me vires chorar
Abraça-me forte
Acaricia meus cabelos
Deixa minha alma suas feridas curar
Quando ás lágrimas pararem de rolar estarei curada
Pronta para quem sabe um dia novamente amar
Se me vires chorar
Não digas nada
Abraça-me bem forte...
Deixa-me chorar

***

Poema inspirado em uma frase de minha autoria já postada no Recanto Das Letras.

***


ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!

***

Beijos

***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 27/07/2006
Reeditado em 24/05/2012
Código do texto: T203154

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146139 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:42)
Dama De Negro