Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depressão, essa maldita!


  Invade o meu ser, deixando-me sem defesas
  Não tem dó de mim!
  Rasga a minha alma como se fosse papel
  Me sinto frágil, desguarnecido

  Ela vem sutilmente, sem barulho,
  Me pega pelo pescoço
  Me aperta o peito
  Me moe o pensamento

  Ás vezes, chego á beira da loucura
  O limite é muito tênue
  Eu vou vivendo, buscando alternativas
  Aliás, sobrevivendo à cada dia

  É ser solitário no meio de um milhão
  É ser tomado de assalto sem reação
  É maléfica, terrível, algoz
  Essa tal depressão!
Telêmaco Marrace de Oliveira
Enviado por Telêmaco Marrace de Oliveira em 27/07/2006
Código do texto: T203434
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Telêmaco Marrace de Oliveira
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 44 anos
259 textos (58264 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:35)
Telêmaco Marrace de Oliveira