Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusão

Trago no peito
a marca de um amor que não vivi
ou pensei viver.
Ilusão? Não
Simplesmente vontade de um desejo meu
Sobras de um coração partido
dor
dor e,
dor.
Escrevo, porque encontrei
a forma de acalentar meu ser
impregnado,
pesado
pela incompreensão
vencido
pela traição.
Mais um caso
que por descaso
mata meus sonhos
desequilibra meu todo.
Tento apagar da minha mente
a pessoa que fez a tua cabeça.
Daí perco a clareza e choro
porque sou pó varrido do teu caminho
alguém que te sufoca e
atrapalha tua caminhada,
a graça da tua vida
desgraça da minha.
Quero continuar o que não existe
é tarde
já partiste.

 
Naiara Barbedo
Enviado por Naiara Barbedo em 29/07/2006
Reeditado em 29/07/2006
Código do texto: T204643

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Naiara Barbedo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
217 textos (10882 leituras)
1 e-livros (36 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:29)
Naiara Barbedo