Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESAMPARO!

Na mão a ferramenta de trabalho,
Para ele, apenas um brinquedo de criança,
Caído naquele chão molhado,
Brincando de bandido,
Morre ainda menino,
Banhado de sangue,
E de esperanças!

Homem-menino ainda levado,
Machucou-se com a vida,
A vida inteira!

Apanha, chora, sofre calado,
Isolado no abandono,
Do seu total desamparo!

Revolta-se, fere, mata,
Sangra e grita. 

Indignado morre!

Sobre o corpo um jornal sujo,
Ao seu lado apenas,
Um toco de vela.
Menos tiros pro alto,
Menos miséria no asfalto,
Menos meninos na favela!

paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 04/08/2006
Reeditado em 04/08/2006
Código do texto: T208930

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2589 textos (470552 leituras)
57 áudios (6064 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:25)
paulo cesar coelho

Site do Escritor