Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cabernèt

Viver, viver.. eu rio dessa mediocridade

Todos me olham
com minha faca em mãos
todos me julgam
e eu ainda seguro seu coração

Não me julguem pelos meus atos
não me julguem pela minha face
me julguem pela minha alma
e toda a sua podridão

Viver, viver.. para simplesmente morrer
Mantus
Enviado por Mantus em 07/08/2006
Reeditado em 07/08/2006
Código do texto: T211076
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mantus
São Paulo - São Paulo - Brasil, 67 anos
22 textos (396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:25)