Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O último comboio 
( *) = O último trem


Cheguei tarde á Vida,

O meu comboio (*) já partiu,

Minha promessa, não foi cumprida...

O Futuro que não surgiu!



Nos trilhos, caminho sem rumo,

Sem destino, ou itinerário,

Viajo sempre isolada,

num comboio (*) imaginário!



Sinto-me como condenada,

que na vida, pisou em falso,

E de forma automatizada,

caminho para o cadafalso!


Aguarela Matizada
Enviado por Aguarela Matizada em 09/08/2006
Reeditado em 25/05/2010
Código do texto: T212360

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aguarela Matizada
Brisbane - Queensland - Austrália, 57 anos
266 textos (10830 leituras)
8 áudios (206 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:01)
Aguarela Matizada