Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

H.I.V. "S.O.S. VIDA"

Oh! Vida que passa depressa demais,
Nesta infinita disparada meu corpo cansado
não consegue alcançar-te, vai ficando para traz

Às vezes o desespero toma conta do meu "Ser",
Oh! Vida espere um pouco, quero ficar, viver.

Sei que vais dizer, que foi fraqueza meus atos,
mas, sei que vou pagar por todos os desacatos..
Eu só quero te pedir...Ao menos uma vez!
Deixe-me viver um pouco mais...
Para mostrar com meu sofrimento,
Que a vida não tem tempo para chorar a dor.

Assim como eu, existem tantos desvairados...
Que ébrios de prazeres, caíram na armadilha...
Letal, mortífero do H.I.V.

São minutos, horas e dias, meses e mais meses...
Ano novo que chega, outro velho que sai,
São sonhos... muitos sonhos desfeitos...
e a vida se vai.



Obs. Este poema foi feito para o cantor Cazuza
quando ele estava nos Estados Unidos, buscando
tratamento do HIV.
                   O Autor
WILSON FONSECA
Enviado por WILSON FONSECA em 10/08/2006
Código do texto: T213547
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
WILSON FONSECA
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 67 anos
193 textos (18091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:05)
WILSON FONSECA