Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Num último momento

Não há perdão
E sem perdão cai a guilhotina
Passa por mim e atinge o chão
Contam-se trinta segundos
Até perder a consciência.
Uma eternidade...
Separado do corpo,
Observo o que resta de mim,
Espero inerte a morte.
Dos nossos momentos já mal me lembro...
Mas aos poucos,
Ainda que lentamente,
Tudo se desvanece..
Agora sim...
Peço o meu ultimo desejo
"Que exista um propósito no esquecimento,
no vidrar dos olhos..."
E enquanto me despeço
Sinto o meu coração
Pulsando do outro lado
Lutando de braços atados,
Procurando em seu ultimo momento
Apenas por um momento
A libertação.
TrabisDeMentia
Enviado por TrabisDeMentia em 15/08/2006
Código do texto: T217205
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
TrabisDeMentia
Portugal, 39 anos
54 textos (2527 leituras)
3 áudios (469 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:48)
TrabisDeMentia