Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE UMA CRIANÇA SOFRE. (Antonio de Freitas Bastos)

Calem-se os sinos
Nas tôrres,
Se uma criança sofre...
 
Estremeçam as  tôrres
(admirações para o infinito)
Se uma criança sofre
 
Empalideçam as estrêlas
No firmamento
Se uma criança sofre...
 
Esmaeçam as flôres,
Não caia o delicado orvalho
Da madrugada,
Se uma criança sofre...
 
Lívida torne-se a aurora,
Triste o canto dos pássaros,
Se uma criança sofre...
 
O riso inocente das crianças
Brejeiras, felizes,
Também parece emurchecer,
Se uma criança sofre...
 
Sinos alegres,
Sinos plangentes,
Emudeçam!
Não toquem mais,
Se uma criança sofre...
 
Quando o riso
Feliz de uma criança,
Desaparecendo lhe endurece a face,
Tudo fica suspenso:
A bondade, a maldade e a dor:
Tudo pára,
Quando uma criança sofre.
 
Quando a criança
Tem este destino,
Só um sino
No seu badalar soturno,
Plangente,
Toca uníssono, saudoso,
Nos corações dos pais,
Se uma criança morre...

ANTONIO DE FREITAS BASTOS.
in memoriam

Poesia escrita por meu pai, médico pediatra, entre 1956 e 1957, após o falecimento de minha irmã Regina Maria.
Marco Bastos
Enviado por Marco Bastos em 19/08/2006
Reeditado em 19/08/2006
Código do texto: T220162
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para "http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1583 "). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Bastos
Salvador - Bahia - Brasil, 72 anos
1717 textos (87476 leituras)
2 áudios (495 audições)
1 e-livros (791 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:46)
Marco Bastos