Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAGEM OU COVARDIA

As facas que flertam com meus pulsos,
Admiram-se, só esperam um impulso,
Saciam-se com apenas dois talhos_
Primeiro sangro, depois eu caio.

Uma corda com laço no pescoço,
Amarrada num galho bem grosso.
Suspiro em cima de um banco_
Um chute no mesmo e o solavanco.

O último andar de um prédio alto,
A cabeça comandada pelo álcool,
Jogo-me sem fazer estardalhaço_
Meu corpo se espalha pelo asfalto.

Nas mãos uma potente arma de fogo,
Sua munição: ódio e desgosto,
Aponto na boca, cabeça ou no peito_
Nem sinto dor depois do feito.

Um coquetel de remédios “tarja preta”,
De um punhado grande fiz uma fileira,
Agora é só esperar o temido “crack” -
Depois da tontura, um ataque.

Ao por do sol caminho em direção ao mar,
Ignorando o fato de eu saber nadar,
Caminhando adentro o mar profundo,
Eu, com lágrimas nos olhos, intencionalmente, afundo.




05/07/06
Denis Almeida
Enviado por Denis Almeida em 31/08/2006
Reeditado em 20/05/2009
Código do texto: T229869

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Denis Almeida
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
52 textos (1876 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:27)
Denis Almeida