Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusão


Minhas lágrimas servem como tinta,
elas não borram o papel,
mas sim a minha alma...
Que chora e pede socorro!
Vivo num mundo tão frio
que chego a ranger os dentes.
Sinto falta de carinhos, de afagos...
Não invejo quem os têm,
mas suplico a quem quer que seja...
aponte-me um destino
Que me tire desse martírio
de seguir em direção ao nada!!!
                                  N.F.S
Nelciene Santos
Enviado por Nelciene Santos em 06/09/2006
Código do texto: T233700

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Textos: Nelciene Santos http://recantodasletras.uol.com.br/autores/poesinel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nelciene Santos
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil, 44 anos
1098 textos (68608 leituras)
1 e-livros (34 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:12)
Nelciene Santos