Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Separação

A solidão de quem fica
É o coração partido dentro do peito
Quem fica se enche de emoção
Quem vai emerge da solidão
Deixa saudade, não tem jeito...
Então, não se sabe de quem é a derrota...
Ou de quem é a vitória do feito até então.

 Deus fez a gente só para amar...
Para viver e a dor mais profunda aceitar
Sem medo de sofrer na hora em que do parceiro
Mais querido ter de se separar.

Olhando para a esquina, vendo a partida
Da menina, às vezes, dá até vontade de chorar...
Dizer adeus a tudo que está a nos incomodar
Confortar o coração é por seu nome clamar...

- Faz assim comigo não! eu te amo! eu te quero!
E isso eu não posso aceitar! - Mas é puro lamento
Que incrustou no pensamento deixando
Das próprias mãos o amor se  encapar... Então,
Encosta-se num canto e chora o amor que foi embora
Sem ao menos avisar...

Abomina a sentença que alguém veio lhe impor
Roubando sonhos e devaneios do mais belo amor
Impingindo despedida ao coração carente
Tornando a vida de repente um mister de horror

Seja moço ou ancião no peito o coração
Submerge em solidão...

R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 13/09/2006
Reeditado em 14/09/2006
Código do texto: T239062
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79567 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:06)
R J Cardoso