Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sei Nada

Sou tão sabedor de mim
Que me perdi de início
Me perdi de intermédio
E me perdi também de fim

Sou tão sabedor de ti
Que te encontrei por aí
Te acompanhei, te sorri
E nem sei nem onde te perdi

Sou tão sabedor do mundo
Que comprei um terreno
No rincão da incerteza
E construí um latifúndio

Sou tão sabedor de nada
Que aprendi a te encontrar
No silêncio da madrugada
Na dificuldade de respirar
Na poesia acorrentada
E no afã de te buscar.

Quer saber?
Não sei de nada
Só sei da minha estrada.
Odemilson Louzada Junior
Enviado por Odemilson Louzada Junior em 20/09/2006
Código do texto: T244745
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Odemilson Louzada Junior
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 42 anos
299 textos (13660 leituras)
1 áudios (33 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:18)
Odemilson Louzada Junior