Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frustração


Como é grande a agonia que dilacera minh’ alma
Tempestua meu dia e afugenta minha calma
Insistente e inevitável querer que prolifera secreto desejo
Conduz os sonhos a sofrer por um futuro que não vejo
Quisera matar do corpo a vontade que insemina nas veias fugaz calor
Dolorosa e irremediável enfermidade que deixa na pele amargo sabor
Evolução da dor quase terminal levando a morrer instantânea e rapidamente
Chegando a fase execrável da aflição de um sentimento persistente
Numa infindável busca a cura inconcebível
Fenecendo o coração por este  amor impossível.

                                                              N.F.S

Nelciene Santos
Enviado por Nelciene Santos em 20/09/2006
Código do texto: T244766

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Textos: Nelciene Santos http://recantodasletras.uol.com.br/autores/poesinel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nelciene Santos
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil, 44 anos
1098 textos (68612 leituras)
1 e-livros (34 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:46)
Nelciene Santos