Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTOU CANSADO…

A ti, a minha mais adorada borboleta, flor princesa imensa, mais profundo amor, maior Amiga, porque vales todas as batalhas nas quais me possa envolver por ti
                      ESTOU CANSADO…

Por tanto
Por ti lutar
Em silêncio
Sem quase nada
Pelo desespero
De não saber
Como a ti chegar

Estou cansado

De erguer
Não o amor
Mas esta amizade
Como a minha grande bandeira
Sem saber
Se o teu vento
Bate nela
Sem saber
Se te interessa
Que eu tenha
Ou não
Eira
Ou beira

Estou cansado

De tentar
Ultrapassar
O fosso
Que escavaste
Entre nós
Não sabendo
Se queres ou não
Que o atravesse
Que a ti
Me possa chegar…

Estou cansado

De te dizer
Que a sombra
Que te come a comunicação
Só me interessa
Se para ti
Tal for importante
E que te remeteu
À escuridão
Ou pelo menos
A comigo
Não teres
Praticamente socialização
Quero-te de volta
Princesinha
Doce borboleta
E
Ter ou não ter
É essa
A minha
Mais dramática questão
Porque…
Porque a tua lua
É o satélite
Do meu
Planeta
Que está cansado
De te inundar
De belas coisas
De imensos prazeres
Estou cansado
De nada dizeres
Ou pelo medo
Que não voltes
A dizer
Estou cansado
De lutar
Contra o vazio
Estou cansado
De tal
Estou cansado
De todos os dias
Ter medo
De te perder

Estou cansado…
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 21/09/2006
Código do texto: T245466

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:07)
Miguel Patrício Gomes