Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Phlegmatikós

Teu ser,tão fleugmático,
De fleugmática paixão...
Eleva-se ao enigmático,
Vôo cego...sem razão.

E;se a razão devaneia-lhe,
Cegando-lhe ante á ilusão...
O impalpável guia-lhe;
Rumo a insana e incerta solução.

E;quando já tarde for???
Veremos nossos elos soçobrarem...
O amor,tornar-se-á desamor,
Até novos horizontes brotarem.

Cercado serei pela solidão!!!
Sufocado,por teu silêncio atroz...
Antevendo a morte da paixão,
Da agonia do amor em mim,sem ti,já não nós...

Leilson Leão
Enviado por Leilson Leão em 21/09/2006
Reeditado em 16/12/2008
Código do texto: T245966
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leilson Leão
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 50 anos
950 textos (69226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:08)
Leilson Leão