Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chuva.

Há certos medos que nunca desistem,
O medo da solidão que maltrata a alma,
O medo de viver...
Certas coisas permanecem na mente,

Um dia chuvoso, lagrimas de um céu tristonho,
Gotas que lavam o espírito, que o levam para longe,
É uma dor tão profunda e freqüente,
O total enlouquecer de uma mente,

Ele deita e tenta esquecer, em vão,
Lembra de cada gesto,
Lembra do ultimo sorriso,

Certas coisas permanecem na mente,
Certos cheiros permanecem no corpo,
Ele acorda todos os dias, e sente o perfume dos cabelos de quem se foi.
Leo Magno Mauricio
Enviado por Leo Magno Mauricio em 23/09/2006
Código do texto: T246988
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Magno Mauricio
Guarulhos - São Paulo - Brasil
455 textos (14413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:42)
Leo Magno Mauricio