Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Labios de mel e veneno


Bebi em teus lábios a doçura do encanto

deste-me a provar do mel do amor...doce, tão doce

serviste-me a taça da paixão de tua boca

sacias-te meus desejos, fostes meu acalanto

en noites insones, em dias de tempestade,

me ofereces-te abrigo, amor, com tua voz rouca.

Confiei, que esse amor, mesmo condenado

nao faria de nós, dois desgraçados.

Ledo engano, vazio que me envolve agora

sussurra e congela meu peito, coração pára.

 Em nome do amor que me tens, me mandas-te embora,

pelo amor que te tenho, aceitei tua sentença:

sofrer ambos de hoje em diante a ausencia

santa e profana um do outro, sem clemencia.

Lançada a palavra, nao se recolhe de volta

nem se desfaz o que feito foi e está...

Serei eu que irá chorar sempre um amor perdido

serás tu a carregar o peso de teu coração ferido,

seremos nós pra sempre malditos pelo desejo de amar.

Se ainda houver quem uma graça conceda

a minha súplica em pranto proferida

peço que possas seguir teu caminho, tua vida

se nao feliz, seja em paz...enquanto vida tiveres,

e por mim, o silencio, seja a lápide que me deres.


Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 26/09/2006
Reeditado em 20/01/2009
Código do texto: T249472
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
776 textos (34946 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:27)
Liane Furiatti