Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁGRIMA DE SAL

Abalei na Barca da Ilusão
Naveguei no Oceano da Fantasia
Percorri Rios de Esperança...
Encontrei Lagos e Mágoa e Dor!
Soprava o Vento do Desespero,
Impelida pelos Ventos da Saudade
Fui levada pela Brisa do Destino!
Mil marés tive de vencer...
Afundei minha nau, nos Pântanos do Perigo
Meus braços de cansados de sofrer as vagas
Com os remos da vida se fizeram ao mar
Sou a Nau da Tormenta que procura
Um porto de abrigo, um cais de amor
E na luta das marés,  sempre a lutar
Com as marés da vida me envolvi...
E nas suas ondas baloucei e me perdi
Ondas de revolta, marés de tragédia
Ah! Mundo de Comédia!
Marés de Guerra...
Assolam a Terra!
Tanto mar! Tantas marés!
Que venham Marés de Paz,
Cobrir a Terra lés-a-lés
Afinal, mar, quem és?
Mar? Mar Morto? Mar posto!
És Lágrima de Sal,  a rolar pelo meu rosto!

Maria José Fraqueza - Portgal
zezinha
Enviado por zezinha em 26/09/2006
Código do texto: T249806
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
zezinha
Portugal, 80 anos
90 textos (5500 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:36)
zezinha