Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tristeza em meu olhar

Perdida no tempo e no espaço
Vago sozinha
Sem saber onde ir
Viajando ao sopro do vento
Perdida em meus pensamentos
Buscando lembras felizes
Sem encontrar
Tudo é tão escuro
Tudo é tão nada
Perdida...
Me perdi de ti
Me perdi de mim
Sou nau sem rumo
Sem porto para atracar
Sigo...
Sem ter onde chegar 
Carrego a tristeza em meu olhar


Outro poema de minha autoria aos 18 anos, também nunca antes publicado, escrito naquele meu velho caderno durante uma prova de matemática a qual não fiz, estava voando em meus pensamentos.


ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa, sou apenas alguém que sente!

Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 27/09/2006
Reeditado em 07/05/2012
Código do texto: T250604

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146141 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:54)
Dama De Negro