Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INSEGURO

                                                    INSEGURO
                                                Magela Arruda 06

Infeliz de ti que és inseguro, não cresceste; foste moldado, modelado pelos padrões da sociedade.
Esqueceste que existes, teu eu tornou-se eles!
Tua incerteza te conduziu ao caminho mais fácil.
Encurtando teu caminho, ficaste não com o que desejavas, mas, com o que conseguiste.
A Facilidade te imobilizou.
Moldado, engessado e fundido, conseguiste apresentar-te  como gente.
És um fantasma engessado.
-Alô, quem está aí?
-Um espírito aprisionado, senhor!
Dane-se, projeto de gente, que não se fez gente.
Por medo e covardia, não cresceste, ficaste encolhido, enclausurado, protegido no casulo das aparências.


Magela
Enviado por Magela em 29/09/2006
Código do texto: T252361
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Magela
Fortaleza - Ceará - Brasil, 71 anos
24 textos (555 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:12)