Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Tic-Tac"

Para que continuar sem alterar
Fadada estou ao fundo do mar
Não sobra espaço na luz
Corro atrás da bala
Atirada por mim
Atingiu a mim

Gargalho insana sem teu olhar
Enlevada em tão fedente bar
Não tem espaço na cruz
Paro sob esta fala
Esquecida de mim
Ecoada por mim

Maldita  passe sem se demorar
Putrificado sem amor o altar
Não nego espaço ao pus
Renego amor que cala
Insólita sou assim
Tão morta enfim.
Debora F
Enviado por Debora F em 04/10/2006
Reeditado em 04/10/2006
Código do texto: T256002

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Debora F
Arco-Íris - São Paulo - Brasil
106 textos (4533 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 19:52)
Debora F