Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRISÃO DOS PRÓPRIOS SONHOS

Aqui me encontro
Sem saber para que lado correr
Sendo sufocada por pensamentos
Cada vez mais distantes, distintos
Sensação inexplicavelmente inexplicável
Trancada na prisão dos meus próprios sonhos
Um ciclo vicioso de lembranças inesquecíveis
O ar que no momento respiro é totalmente asfixiante
Olhando a minha volta não encontro resposta
Me desligo do mundo com esperança de alguma mudança
Volto a mim e tudo continua assim
Palavras já não tem mais sentido
Sentimento? Nem sei mais o que é isso...
Em alguma conclusão estou longe de chegar
Entre quatro paredes fico sem saber o que fazer
A melancolia é a minha companhia
Aquela lágrima que fora escondida agora já pode ser vista
Olhando nos meus olhos
A dor não pode se esconder
Coração bate aflito sem nem saber o por quê
O sangue na veia se agita quando lembro de você
Lembranças do passado custam a desaparecer
Na memória meus momentos bons
Anulados ao lembrar do meu recente passado
Uma infância feliz que simplesmente evaporou
Qual seria minha doce vontade?
Voltar o tempo talvez...
Poder tentar tudo mais uma vez
Querer ser feliz mais uma vez
Ou até esquecer de vez tudo que já presenciei uma vez...
A incerteza em mim continua
E eu continuo trancada na prisão dos meus próprios sonhos!
ThaTha Fake
Enviado por ThaTha Fake em 05/10/2006
Código do texto: T256574
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ThaTha Fake
São Paulo - São Paulo - Brasil, 29 anos
3 textos (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:08)
ThaTha Fake