Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
abandono de restos


sobrou tão pouco
ninguém veio me visitar
estou vendo que vai ter alguém nessa
que vai se arrepender profundamente
me deixou a ver navios
colher flores sem cestas
e tudo vai murchar detrás da porta do meu quarto
onde eu estou e pra que aqui estarei?
quem eu fui e porque todas essas pessoas rezam tanto por mim?

cansei de ser O Único
mas sim, estou destinado a ser
eu vejo gente sem educação
eu vejo pessoas sem amor
eu vejo garotas que te comem com o olhar
mas que não são capazes de te amar

eu vejo flores no campo
no campo que com sandálias de pregos eu ando
eu percorro as extremas e chego em fagulhas
eu caminho no asfalto e dessa pedra eu não saio jamais!
eu vejo quem eu já amei
eu me resto a mim mesmo
estou cercado de milhões mas ninguém pra mim confessar!

eu me rendo as vezes nesse mundo
eu me largo pra muitos
dói caminhar e caminhar
dói ter que passar por cima de você
mas um dia eu ainda saio dessa
e te vejo na outra esquina
ou com o bilhete de vôo em mãos
pronta para a mim se entregar...
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 06/10/2006
Código do texto: T257393
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1173 textos (70499 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:48)
Rônaldy Lemos