Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

# PÁSSAR0 TRISTE #

Quando ainda pequenina
Ouvi na manhã cedinho
Uma alvorada cantada
Tocada por passarinhos

Prendi na gaiola um cabeça
Este era o nome usado
Do pássaro de cabeça vermelha
Que meu pai havia buscado

Coloquei-o na gaiola
Prisão que o mundo ensinava
Acima da minha rede
Num prego, ninguém alcançava

E numa noite funesta
Um gato saltou em cima
Devorou o amado pássaro
Até sua alma foi sina

A noite toda foi choro
Soluços, tristeza, dor...
E meu amado papai
Mimou-me com todo amor

Frustrou-me o episódio
A lição me fez sentido
Liberdade para as aves
No seu habitat infinito

Passeando na vizinha
Vi um pássaro engaiolado
Fazia já trinta anos
Triste, isolado, coitado

Enfim, esta semana
Soube que o pássaro subiu
Para o céu das aves tristes
Com a alma liberta, livre

Obs. O "Dia das Aves"
foi 04 de outubro.
Sonia Nogueira
Enviado por Sonia Nogueira em 10/10/2006
Reeditado em 14/12/2006
Código do texto: T261057

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia Nogueira
Fortaleza - Ceará - Brasil
2327 textos (124307 leituras)
9 e-livros (530 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:35)
Sonia Nogueira

Site do Escritor