Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRÊS HORAS

TRÊS HORAS

Acelerava meu peito a ânsia
Ao pulsar de cada badalada
Ao chegar da hora marcada
A encontrar nessa distancia
E poder falar com elegância
Na intercalada madrugada

Eu dormia, acordava
Com alegria esperava
Àquela hora chegar

Mas se o corpo adormecesse
A alma mantinha-se acordada
No aguardo daquela chamada
E sem que ninguém percebesse
Ia ao encontro do meu interesse
Buscar a voz da minha amada

Eu sorria, sonhava
Em poesia falava
Para lhe encantar

De repente, pego de surpresa
Sem que eu entendesse nada
Nossa historia era terminada
A minha voz ficou tão presa
Água em luta contra a represa
Peito ferido pelo fio da espada

Noite fria, chorava
A sombria palavra
Veio tudo acabar
GILSON G SANTOS
Enviado por GILSON G SANTOS em 18/10/2006
Código do texto: T267006
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GILSON G SANTOS
Cubatão - São Paulo - Brasil, 50 anos
1323 textos (122204 leituras)
2 e-livros (44 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:50)
GILSON G SANTOS

Site do Escritor