Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão:



Velho rancho
Lá no pé da colina
Hoje é só uma triste tapera
Antiga morada de peão
Agora é morada de ninguém
O peão que morou neste rancho
Pra não morrer de solidão
Veio morar na cidade
O pouco que ele tinha
No velho rancho ele deixou
Na esperança de um dia voltar
Mas o peão jamais voltou
Pois viver na cidade era duro
Tão duro como viver no interior.
Se por lá, se sentia tão sozinho
Aqui não é muito diferente
Sua solidão e bem maior
Pois na cidade vive só
Perdido entre a multidão,
Onde ninguém, é de ninguém.

vovonei

Balneário dos Prazeres: 17/10/2006



 


Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 18/10/2006
Código do texto: T267061
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:29)
Volnei Rijo Braga