Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ai, ai felicidade

Não vivi muito para opinar
Mas posso reclamar do que vi
Um alguém estendeu a mão para dar
E logo em seguida
Estendeu a outra para pedir

O palhaço fez uma criança sorrir
E atrás do palco chorou como uma criança
Pois quando o povo começou a aplaudir
Lembrou-se de sua triste infância

Sempre quis ver uma atração de um circo
Mas acabou sendo do circo a atração
Sua vida sempre foi um vice-versa
E tanto ficar nessa preferiu a solidão

Uma menina que sonhava em ser atriz
Morreu com 12 anos de idade
Ficou famosa por causa do infeliz
O assassino que morava em sua cidade
E que tirou de tanta gente a esperança
E os sonhos de uma linda e pequenina criança

Mas não foi em vão o sonho dela
Uma atriz vai interpretar a sua vida em uma novela

Ai, ai felicidade
É como dinheiro nem todo mundo tem
Ai, ai maldade
Dá um pouco de espaço
Dê a vez para o bem

Isso é um apelo!
Juliana ladeira
Enviado por Juliana ladeira em 19/10/2006
Reeditado em 26/01/2009
Código do texto: T268519

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor, o link deste site, e envie um e-mail para julikladeira@br.inter.net , antes de copiar.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana ladeira
Recife - Pernambuco - Brasil, 31 anos
107 textos (19152 leituras)
22 áudios (1147 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:26)
Juliana ladeira