Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Razões.

Transpondo em fantasia o que era verdade,
Você transforma o que é verdade em falsidade,
E o falsificador alheio aos próprios medos derruba seus melhores ao solo,

E as mãos de tão sujas mancham o papel,
Que já foi branco e inocente...
Gotas vermelhas de sangue respingam sobre o caminho que já foi percorrido,

A mente menti, o corpo padece,
E o coração que já foi nobre empobrece,
A os que duvidam de você,
Como questiona-los se você concorda?
 
E com a corda suja dos seus medos você suicida,
Caminha tropeçando em erros, e não desvia o destino,
Diz que é sóbrio, e bêbedo responde a provocações sem sentido,

Sente-se glorioso quando vence os fracos,
Sente-se injustiçado quando perde para os fortes,
Desiste antes de tentar, e sem justificativa tenta justificar,

E qual a razão de existir, se você não encontrar razão para suas razoes ?

   
Leo Magno Mauricio
Enviado por Leo Magno Mauricio em 20/10/2006
Código do texto: T269292
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Magno Mauricio
Guarulhos - São Paulo - Brasil
455 textos (14413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:47)
Leo Magno Mauricio