Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hibernação

Hibernação
Frio, brio, calafrio
Os peixes nadam gelados
Na água do rio
(Não podes quebrar)

Aquele mundo, bem fundo
Não se compara à beleza
Do nosso imundo
(É um frio diferente)

A vida gela mas continua
Não posso quebrar o gelo
Erro pela cidade, sigo a rua
(Não sigas que morres)

Ò peixe do lago
Sentir o que sentes
É manjar sem ter dentes
(Não há nozes neste mundo)

Vida ingrata, barata, não desata
Vivo sem vida
Vivo sem viver
Que hipótese? Não tenho saída
Hibernar ou Morrer
Rigo
Enviado por Rigo em 24/06/2005
Código do texto: T27300
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rigo
Portugal, 31 anos
78 textos (4138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:50)
Rigo