Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tua luz

Meu coração está assim, como numa caverna
Escura, e minh’alma sedenta te procura
Por penedos, furnas, torpes tabernas,
Por entre campas e brumas, fronhas impuras.

Arrancaria do peito míseras vaidades,
Desvelaria meus crepúsculos tristonhos
Só pra descobrir se existes de verdade,
Se lascivos são como os meus, teus sonhos.

Dos desalentos minha cruz cai aos pedaços;
Esbraseado pela sede que me assola,
Pés sangrados, pealados pelo laço
Que me esgana, me esfola, me imola.

Eu seria a mais feliz das criaturas,
mesmo que do amargo fel tenha sorvido,
e do choro seco chorado as amarguras
tresvariado pelo desprazer de ter sofrido
e no suplício, solitário em minha alfama
sentisse, ao menos, tua luz na minha cama.
Chaplin
Enviado por Chaplin em 27/10/2006
Código do texto: T275038
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
420 textos (28737 leituras)
1 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:14)
Chaplin