Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRISTEZA


Fico triste com sua tristeza,
embora a tristeza da gente
só a gente compreende,
e sente.

Por mais que outra pessoa
sinta a tristeza da gente,
nossa tristeza é diferente:
é mais triste, é mais tristeza!

É como uma dor permanente
essa  tristeza da gente!
Deixa a gente doente!

Mas, se não fosse a vida
essa coisa indecente,
que deixa prá trás a alegria,
e põe a tristeza na frente,
o que seria da gente?

Que valor teria,
se de alegria somente
fosse a vida da gente,
se não fosse a tristeza
a nos pegar de repente?

Mas, por mais que a tristeza
tente ser permanente,
dará lugar à alegria
pois não há espaço na mente.
Só se estiver louco, demente.

17 de fevereiro de 2000
Paulo Sergio Medeiros Carneiro
Enviado por Paulo Sergio Medeiros Carneiro em 05/11/2006
Código do texto: T282504
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Sergio Medeiros Carneiro
São Paulo - São Paulo - Brasil
63 textos (9680 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:14)
Paulo Sergio Medeiros Carneiro