Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Poema Mais Triste do Mundo

O Poema mais Triste do Mundo


Veja este rosto estático e cansado
Acompanhado de olhos sem planos
Pois bem este semblante derrotado
Pertence a um jovem de vinte anos

Perguntará, talvez, o que aconteceu
Para que flores ainda tão viçosas
Já estejam adoçadas, assim, de tanto fel
Possuídas de forças demasiado venenosas

Digo-lhe, porém, que contemple ao redor
E se encontrar em tudo que olhar
Algo que não esteja repleto de dor

Aceitarei resignadamente sua reprimenda
Mas quem sabe observando você compreenda
Que para, nós jovens, nada de bom restou.


Aracati-Ce., 05 de outubro de 2006.

                                       André.
André Breton
Enviado por André Breton em 23/11/2006
Código do texto: T299286

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Breton
Aracati - Ceará - Brasil, 31 anos
60 textos (11784 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:12)
André Breton