Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinto tanto...

Sinto tanto, por tudo
Pelos meus sonhos, e infortúnios
Pelo meu ser, absurdo
Por bem te querer, inoportuno
Por não te trazer felicidades
Por não te suprir, necessidades
Por não lutar com todo ardor
Por te querer com todo amor
Por me entregar à derrota da razão
Por te ver partir para longe de mim
Por não sucumbir ao desejo, do coração
Sinto tanto, tanto, tanto ...
Pelo tempo que te fiz perder
Pelo calor da vida ausente
Pelo fato de te sentir longe
Pela causa da minha tristeza
Pelo acaso da incerteza
De não te agradar plenamente
De não poder ir contigo
De se dar tudo por perdido
E ter que afogar-me
Na solidão de uma lágrima
Por desculpar minhas ansiedades
Por sempre querer estar contigo
Por não te dar a tua liberdade
Da minha total insegurança
Do meu insensato ser
Da tua falta e da distância
Da minha falta de firmeza
Da minha derrota do acaso
Da minha vida...
Paulo Poeta
Enviado por Paulo Poeta em 28/11/2006
Código do texto: T304007
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Poeta
Goiana - Pernambuco - Brasil, 38 anos
73 textos (2821 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:17)
Paulo Poeta