Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem ti…. Sin ti….

Sin ti….

Mi cuerpo soñoliento entre muros de nostalgia va cayendo.

Un día mas y no te tengo.

Huérfana en tus recuerdos, mil veces digo te quiero.

Y es una lucha.

Y es un infierno.

Y es un halo de fuego que me va consumiendo.

Y es que sin ti desfallezco en el silencio inescrutable, que junto al soberano dolor sobrecoge mi corazón.

Son mis versos de oscuras soledad.

Son palabras mudas que no puedo pronunciar,

de aquello que fue nuestro ensueño y un atardecer, en un paraje lo encontré muerto.

Hoy bebiendo mí llanto, lamento no poder besar tus labios.

Fenece el dueño de mis odas.

Fenece la rosa que se deshace estrujada en la aurora.

Sin ti…

© Noris Roberts

Sem ti….

Meu corpo soñoliento entre muros de nostalgia vai caindo.

Um dia mas e não te tenho.

Órfã em tuas recordações, mil vezes digo te quero.

E é uma luta.

E é um inferno.

E é um halo de fogo que me vai consumindo

E é que sem ti desfaleço no silêncio inescrutável, que junto à soberana dor sobrecoge meu coração.

São meus versos de escuras solidão.

São palavras mudas que não posso pronunciar,

da quilo que foi nosso sonho e um entardecer,

num lugar o encontrei morto.

Hoje bebendo mim pranto,

lamento não poder beijar teus lábios.

Fenece o dono de minhas odes.

Fenece a rosa que se desfaz estrujada na aurora.

Sem ti…

© Noris Roberts

Noris Roberts
Enviado por Noris Roberts em 01/12/2006
Código do texto: T306320
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Noris Roberts
Venezuela, 48 anos
135 textos (2623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:51)
Noris Roberts