Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espero-te

Iolanda Brazão

Ao conhecer-te
Nomeei-te meu amor maior
Meu coração encheu-se de alegria
Viajei na fantasia
Acreditei que me querias
Para ser sua deusa
Sua musa
Mulher, amante, amiga!
Para viver no seu dia a dia
Esta sem duvida
Foi minha maior alegria
E você era só encanto
Juras,
Palavras de amor
Sedução
Assim me senti amada
Desejada
Idolatrada
Senti-me Rainha
E  te fiz meu Rei
Meus olhos agora,
Olhavam em uma só direção
Meu mundo era só você
Passaste  a iluminar minha vida
Aquecendo meus dias frios
Voltei a  à sonhar
Com este sonho de poder amar
E ser amada por alguém
Mas de repente
O desencanto
Rios de prantos
Trevas
Escuridão
Um punhal rasgando meu coração
Por ver meu sonho estraçalhado
Por sobre o chão espalhado
Pisoteado
Em milhares de pedaços
Quebrado
Foi então que meu mundo vestiu-se de preto
Tristeza
Apatia
Escuridão
Não há mais sonho
Só há o meu amor
Um amor que não morrerá
Que sobreviverá
E vai ficar aqui a esperar
Um dia você voltar.
Iolanda Brazão
Enviado por Iolanda Brazão em 02/12/2006
Código do texto: T307425

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iolanda Brazão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
345 textos (32165 leituras)
3 áudios (631 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 05:48)
Iolanda Brazão