Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempestade de Areia...

Tempestade de areia...
Meus olhos chorando por você...
Noite de Lua-cheia...
Denuciando minha forma de viver...

A sua ausência condenando-me á solidão...
Sua indiferênça alimentando a minha dor...
Ingredientes que entristessem meu coração...
Que impedem de dar-te meu amor...

Tempestade de ilusão...
Noites frias,tristes e sem você...
Doença louca chamada obssessão...
Que cega,enlouquece e faz sofrer...

Amor não correspondido...
E que muito faz mal ao coração...
Vivendo sempre iludido...
Essa triste forma de Paixão...

Tempestade de Areia...
Loucuras de um amante solitário...
Fogo do Amor que incendeia...
Fantasias de um mundo imaginário...

Mas não cometam loucuras...Eu peço...
Ninguém segura um coração...Eu sei...
De amor quase morri...Confesso...
Mas aprendi que com a dor a gente cresce...

Tempestade faz parte da vida...
Mas é muito triste sofrer...
Paixão mal-correspondida...
Que obscurecem o nosso viver...


É sofrendo que á gente cresce...
É caindo que se aprende as lições...
De maneira que nunca se esquece...
Adornado nossos corações...
Ricardo Salem
Enviado por Ricardo Salem em 12/07/2005
Reeditado em 01/04/2006
Código do texto: T33257

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Ricardo Salem e o site www.ricardosalem.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Salem
Japão, 46 anos
326 textos (45211 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:19)
Ricardo Salem