Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Novo Rio

Novo Rio,
Noites a fio:
De canções e de navalhas,
De emoções e de canalhas.
Vedetes dançantes,
Mulheres e amantes.
De violões e de justiça,
De ladrões e de cobiça.

Novo Rio,
Tempo de estio:
De garoas e trovões,
De a toas e canhões.
Verdade carente,
Incertezas na mente.
De poetas e poemas,
De ascetas e novenas.

Novo Rio,
Dia sombrio:
De neuroses e catarses,
De atrozes e cartazes.
Vista cansada,
Cabeça abalada,
De terror e compaixão,
De fervor e emoção.

Novo Rio,
“Mortos com fio”
Cidade camarada, vistosa,
Hoje um mar de maravilhosa lama!
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 16/07/2005
Código do texto: T34901

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351718 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:25)
Nel de Moraes