Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou um Bloco de Gelo

Sou um bloco de gelo
Frio, moribundo, sem abrigo
De pés descalços me puseram
De pés descalços
Sim! De pés descalços meu amigo
- Levaram-me tudo, menos o que não puderam -

Sou um bloco de gelo
Feio, moribundo, cristalino
Sem tostão me deixaram
Sem tostão
Sim! Sem nenhum tostão meu pobre irmão
Perdi tudo o que tinha
Perdi tudo o que era
Ganhei a miséria

Sou um bloco de gelo
Fraco, moribundo, sem destino
Ao relento me abandonaram
Ao relento me despiram
Nesta noite de Inverno
Chuva fraca, gelo eterno
Dentro de um cubo de gelo me encontrei
Dentro de um cubo de gelo me fechei
Só a esperança de um sol fino
Me faz levantar a alma
Rigo
Enviado por Rigo em 24/07/2005
Código do texto: T37366
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rigo
Portugal, 31 anos
78 textos (4138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 15:57)
Rigo